BENEFÍCIOS


Veja uma relação com todos os benefícios
oferecidos aos nossos participantes e assistidos.



 
 

REGRAS GERAIS

Os benefícios de suplementação oferecidos pelo INERGUS consistem numa renda mensal calculada com base no Salário de Participação, no Salário Real de Benefício, na Unidade Previdenciária (UP) e nos dados do Participante na data do término do vínculo empregatício com a Patrocinadora ou na data do requerimento, conforme detalhado no Regulamento Básico.

O Salário Real de Benefício (SRB) é a média aritmética simples dos últimos 36 Salários de Participação anteriores à data do cálculo, corrigidos pelo IPC-FIPE,
 

e serve de base de cálculo para a apuração das suplementações de benefícios previstas no Plano.

Unidade Previdenciária é o valor estabelecido pelo Atuário, para servir de base para o cálculo das contribuições e dos benefícios dos Participantes, e corresponde ao valor de R$ 136,00 no dia 1° de maio de 1999, sendo corrigido pelo IPC - FIPE quando da concessão de reajuste por parte da Patrocinadora ENERGIPE.

Conheça estes benefícios e também os requisitos para você ter direito às suplementações do INERGUS.

 

Suplementacão de Aposentadoria por Idade

REQUISITOS:

* término do vínculo empregatício com a patrocinadora;
* encontrar-se em gozo do mesmo benefício pela Previdência Social;
* preencher requerimento junto ao INERGUS.

CARÊNCIA:
Participante Fundador.
* 60 contribuições ao Plano; "
* 10 anos de vinculação ininterrupta à patrocinadora;
Participante inscrito entre 01. 10.86 a 17.07.89:
* 120 contribuições ao Plano;
* 10 anos de vinculação ininterrupta na Patrocinadora;
Participante inscrito a partir de 18.07.89:
* 180 contribuições ao Plano;
* 18 anos de vinculação ininterrupta na Patrocinadora .
• VALOR DA SUPLEMENTAÇÃO:
Participante Fundador e Participante inscrito entre 01. 10.86 a 17.07.89:
* Renda Mensal = SRB - 9,230 UP;
Participante inscrito a partir de 18.07.89:
* Renda Mensal = a + b + c, onde: a=10%SRB
b = 10% (SRB - 4,615 UP)
c = 50% (SRB - 9,230 UP).

 

 

Suplementação de Aposentadoria por Tempo de Serviço

REQUISITOS:

* término do vínculo empregatício com a patrocinadora;
* encontrar-se em gozo do mesmo benefício pela Previdência Social;
* ter completado 30 ou 35 anos de vinculação à Previdência Social, se Participante do sexo feminino ou masculino;
* ter a idade mínima estipulada no Regulamento Básico;
* preencher requerimento junto ao INERGUS .

CARÊNCIA:
Participante Fundador.
* 60 contribuições ao Plano; -
* 10 anos de vinculação ininterrupta na Patrocinadora ou INERGUS;
Participante inscrito entre 01.10.86 a 17.07.89:,
* 120 contribuições ao Plano;
* 10 anos de vinculação ininterrupta na Patrocinadora;
Participante inscrito a partir de 18.07.89: 180 contribuições ao Plano;
* 18 anos de vinculação ininterrupta na Patrocinadora.

VALOR DA SUPLEMENTAÇÃO:

Participante Fundador e Participante inscrito entre 01. 10.86 a 17.07.89:
* Renda Mensal = SRB - 9,230 UP
Participante inscrito a partir de 18.07.89:
* Renda Mensal = a + b + c, onde:
a = 10% SRB
b = 10% (SRB - 4,615 UP)
c = 50% (SRB - 9,230 UP) .

+ OBSERVAÇÕES:
A aposentadoria por tempo de serviço foi substituída na Previdência Social pela aposentadoria por tempo de contribuição, e no âmbito do Regulamento Básico do Plano de Benefícios, as duas se equivalem. Caso o Participante não atenda aos requisitos de idade e/ou tempo de contribuição na Previdência Social para a obtenção do benefício, poderá solicitar a sua suplementação antecipada, desde que atendidos todos os outros requisitos. Neste caso o benefício sofrerá uma redução, por intermédio da aplicação de fórmulas atuariais, de acordo com a sua idade e o tempo de contribuição na data do cálculo, face o não cumprimento do custeio para a suplementação integral.

 

 

Suplementacão de Aposentadoria Especial

REQUISITOS:

* término do vínculo empregatício com a patrocinadora, motivada por Aposentadoria Especial;
* encontrar-se em gozo do mesmo benefício pela Previdência Social;
* 10 anos de vinculação ininterrupta na Patrocinadora;
* ter a idade mínima estipulada no Regulamento Básico.

CARÊNCIA:
Participante Fundador.
* 60 contribuições ao Plano;
Participante inscrito entre 01.10.86 a 17.07.89:
* 120 contribuições ao Plano;
Participante inscrito a partir de 18.07.89:
*
180 contribuições ao Plano.

VALOR DA SUPLEMENTAÇÃO:

Participante Fundador e Participante inscrito entre 01. 10.86 a 17.07.89:

* Renda Mensal = SRB - 9,230 UP

Participante inscrito a partir de 18.07.89: ~~ Renda Mensal = a + b + c, onde:
a = 10% SRB
b = 10% (SRB - 4,615 UP) c = 50% (SRB - 9,230 UP) .

OBSERVAÇÃO:
Caso o Participante não atenda ao requisito de idade para a obtenção do benefício, poderá solicitar a sua suplementação antecipada, desde que atendidos todos os outros requisitos. Neste caso o benefício sofrerá uma redução, por intermédio da aplicação de fórmulas atuariais, de acordo com a sua idade na data do cálculo, face o não cumprimento do custeio para a suplementação integral.

 

 

Suplementacão de Aposentadoria por Invalidez

REQUISITO:

* encontrar-se em gozo do mesmo benefício pela Previdência Social.

CARÊNCIA:

* 1 anos de vinculação na Patrocinadora ou INERGUS, dispensada essa carencia no caso a invalidez seja resultante de acidente pessoal involuntário.

VALOR DA SUPLEMENTAÇÃO:
Participante Fundador e Participante inscrito entre 01.10.86 a 17.07.89:
* Renda Mensal = SRB - 9,230 UP

Participante inscrito a partir de 18.07.89: ~~ Renda Mensal = a + b + c, onde:
a = 10% SRB
b = 10% (SRB - 4,615 UP)
c = 50% (SRB - 9,230 UP).

 

 

Suplementacão de Auxílio-doenca

CARÊNCIA:

* 12 meses de contribuição ao plano.

VALOR DA SUPLEMENTAÇÃO:
Participante Fundador e Participante inscrito entre 01.10.86 a 17.07.89:
* Renda Mensal = SRB - 9,230 UP;
Participante inscrito a partir de 18.07.89:
* 90% do benefício que seria pago a título de Suplementação de Aposentadoria por Invalidez.

 

Suplementacão de Pensão por Morte
Devida ao conjunto de beneficiários inscritos pelo Participante, e constituída de uma cota familiar e de tantas cotas individuais quantos forem os beneficiários, até o máximo de cinco. Não existe carência para este benefício.

VALOR DA SUPLEMENTAÇÃO:

* A cota familiar corresponde a 50% do valor da Suplementação de Aposentadoria que o Participante vinha recebendo ou do valor da Suplementação de Aposentadoria por Invalidez que o Participante teria direito, caso se invalidasse.

* A cota individual corresponde à quinta parte da cota familiar.

 

Suplementacão de Auxílio-Reclusão
Devida ao conjunto de beneficiários inscritos pelo Participante, e constituída de uma cota familiar e de tantas cotas individuais quantos forem os beneficiários, até o máximo de cinco. Será concedida à pessoa que comprovar que se encontra na chefia da família.

REQUISITO:

* comprovação da detenção ou reclusão do Participante.

VALOR DA SUPLEMENTAÇÃO:

* A cota familiar corresponde a 50% do valor da Suplementação de Aposentadoria que o Participante vinha recebendo ou do valor da Suplementação de Aposentadoria por Invalidez que o Participante teria direito, caso se invalidasse.
* A cota individual corresponde à quinta parte da cota familiar.

 

Pecúlio por Morte
Dividido entre os beneficiários do Participante falecido, conforme por ele indicado.

VALOR DO BENEFíCIO:

* Pagamento único = 10 x SRB.

Suplementacão de Abono Anual

O Abono Anual será pago ao Participante Assistido e aos Beneficiários, independentemente de requerimento, no mês de dezembro de cada ano, e seu valor corresponde a 1/12 (um doze avos) do valor total recebido no curso do mesmo ano, a título de suplementação mensal.

Em nenhuma hipótese o valor do seu benefício poderá ser
inferior ao equivalente 0,4160 Unidades Previdenciárias. Para que você tenha uma idéia, uma UP, em 10 de maio de 1999, correspondia R$ 136,00,

 

isto significa dizer que em 10 de maio de 1999 nenhum benefício do INERGUS teria seu valor inferior a R$ 56,58. Para os Participantes Fundadores e os Participantes
inscritos entre 01.10.86 a 17.07.89, que entrarem em gozo de algum dos benefícios de aposentadoria e tiverem efetivamente contribuido a Previdência Social por um período mínimo de 30 anos.

A suplementação será acrescida de um Abono de Aposentadoria, correspondente a 20% do Salário Real de Benefício - SRB, limitado a 2,307 Unidades Previdenciárias, observado o limite previsto na legislação.

 

COMO OS BENEFíCIOS SÃO REAJUSTADOS

As suplementações de aposentadoria, auxílio-doença, pensão por morte e auxílio-reclusão são reajustadas da mesma forma, sempre no mês de novembro de cada ano.

Até novembro de 1999, o INERGUS reajustou os seus benefícios pelos mesmos índices de reajuste da Tabela Salarial da Patrocinadora ENERGIPE, desconsiderando para tal, as promoções anuênios, participação de lucros, produtividade, reenquadramento e reestruturação.

 

A partir de novembro de 1999 o INERGUS está reajustando os seus benefícios pela variação do IPC - índice de Preços ao Consumidor da FIPE - Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, ocorrida no período.

Lembramos que o primeiro reajuste, após a implantação do benefício, será feito considerando o período de corrido entre a data do inicio do pagamento do benefício e a data do reajuste.

 

ASSISTÊNCIA FINANCEIRA (EMPRÉSTIMOS)

Além dos benefícios, que é o principal compromisso do INERGUS, este também concede empréstimos aos seus Participantes (Ativos e Assistidos), de acordo com as disponibilidades financeiras, bem como com a legislação e normas específicas vigentes.
Informe-se sobre os tipos e as condições de empréstimos junto ao Setor de Atendimento do IcNERGUS.

VOCÊ AINDA DEVE SABER SOBRE:
o que acontece quando você perde o vínculo empregatício? Quando ocorrer esta situação você terá estas opções:

1 - Reserva de Poupança - Resgate de suas contribuições
Caso você perca o vínculo empregatício com a· ENERGIPE ou o INERGUS e resolva pedir o cancelamento de sua inscrição como Participante do Plano de Benefícios, você terá o direito a receber tudo o que contribuiu para a entidade, corrigido monetariamente.

2 - Manutenção de sua inscrição junto ao INERGUS ­ Caso saia de uma das Patrocinadoras e queira continuar como Participante do INERGUS, é só requerer a manutenção de sua contribuição para o Plano de Benefícios. No entanto, sua contribuição será maior, pois também incluirá os encargos (contribuição e custo administrativo) que antes eram pagos pela sua empregadora. O prazo para solicitar essa opção é de 30 dias após a rescisão de contrato de trabalho. Lembramos que atrasar por três meses o pagamento da contribuição acarreta o cancelamento da sua inscrição no Plano de Benefícios.

Ir ao topo do site!